Pular para o conteúdo principal

Thundercat faz shows em SP e Rio


O baixista Thundercat vai lançar suas ondas de graves e subgraves nos palcos do Cine Joia (SP) e do Circo Voador (RJ). Um dos músicos mais aclamados do jazz contemporâneo se apresentará em São Paulo, no dia 9 de maio, e no Rio de Janeiro, no dia 10 de maio, sempre às 22 horas. Os shows marcam o início da Série Jazz All Nights, da Dell’Arte Soluções Culturais, que ocupará vários palcos do país durante o ano. O músico, que toca pela primeira vez no Rio de Janeiro e volta a São Paulo depois de um show memorável em 2017, tocará músicas de seu mais recente trabalho ‘Drunk’ e virá acompanhado de Dennis Hamm, nos teclados, e Justin Brown, na bateria.

O músico de Los Angeles, cujo nome verdadeiro é Stephen Lee Bruner, fez sucesso ao lado de Erikah Badu e da banda Flying Lotus, mas talvez seu trabalho mais reconhecido pelo público (antes da carreira solo) seja com a banda de trash metal Suicidal Tendencies. Lançou três álbuns solo e um EP. Recebeu muitos elogios em todos os grandes veículos de música. Mas seu sucesso não ficou restrito à crítica especializada. Thundercat reaqueceu a cena do jazz contemporâneo trazendo novo público, que costuma lotar seus shows.


Esta é a segunda vez que o músico vem ao Brasil para mostrar seu virtuosismo. Devido ao sucesso de sua primeira apresentação no país houve grande expectativa por sua volta.

A Série Jazz All Nights foi criada em 2007 com o objetivo de estabelecer uma nova plataforma de música para o Brasil e criar uma nova ponte entre a plateia e o gênero de música do jazz.


A série se solidificou rapidamente como um dos principais eventos musicais no calendário do país e, em suas sete edições, já apresentou nomes do quilate de Toots Thielemans, Madeleine Peyroux, Freddy Cole, Terence Blanchard, Arturo Sandoval, Esperanza Spalding,  Keith Jarrett, Brad Mehldau e Preservation Hall Jazz Band. Em 2013, a série trouxe o grande Paco de Lucia, para a sua última turnê brasileira.


Em 2018, a programação inclui, além de Thundercat, Anoushka Shankar, Michel Camilo Trio e Branford Marsalis.

Com 35 anos ininterruptos de atuação na área cultural, a Dell’Arte Soluções Culturais se firmou como uma das maiores empresas brasileiras do setor. Entre projetos de dança, música, teatro e festivais, sob o comando de Myrian Dauelsberg, a Dell’Arte realizou inúmeros espetáculos em todo o país.


Sua atuação vai além da produção e realização de espetáculos grandiosos de música clássica, jazz e dança contemporânea: a empresa contribuiu largamente para a formulação da Lei Rouanet, dando informações relevantes para que o texto da lei fosse elaborado..

Serviço SP


Thundercat
Local: Cine Joia - Praça Carlos Gomes, 82 - Sé
Tel: (11) 3101-1305
Data: 9 de maio
Horário: 22h

Preços:
lote 1 R$ 100,00  (esgotado)
lote 2 R$ 140,00
lote 3 R$ 180,00
lote 4 R$ 240,00

Descontos:
Estudantes 50%
Maiores de 60 anos 50%
Site Dell'Arte 30%


Serviço RJ

Thundercat
Local: Circo Voador - R. dos Arcos, s/n - Lapa
Tel: (21) 2533-0354
Data: 10 de maio
Horário: 22h

Preços:
lote 1 R$ 50,00 e R$ 100,00 (esgotado)
lote 2 R$ 140,00
lote 3 R$ 180,00
lote 4   R$ 240,00


Descontos:
Estudantes 50%
Maiores de 60 50%
Site Dell'Arte 30%


Ingressos:
https://www.dellarte.com.br/programacao-e-ingressos/rio-de-janeiro/circo-voador/thundercat/
Parte da Série Jazz All Nights

Não recomendado para menores de 18 anos

Acessibilidade: Física (cadeirantes)
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pátria deseducadora

A arte popular brasileira ganha um livro

"Eu me ensinei: narrativas da criatividade popular brasileira" é ao mesmo tempo um livro de arte e um compêndio raro sobre a obra de 78 artistas autodidatas de todo o país. “Eu me ensinei sozinha”, frase cunhada por Izabel Mendes da Cunha, conhecida como Dona Izabel, representa, com clareza, a síntese da categoria que aglutina os artistas do livro. A obra será lançada no dia 7 de dezembro de 2017, às 18h30, na Livraria Martins Fontes – Avenida Paulista, 509, em São Paulo. 
Autoria e projeto editorial de Edna Matosinho de Pontes, a publicação bilíngue (português e inglês), 464 páginas, editada pela Via Impressa Edições de Arte, além de registrar a vida e obra dos artistas relacionados, traz um ensaio aprofundado sobre a questão da arte popular, de Ricardo Gomes de Lima, e texto de apresentação assinado por Fabio Magalhães. 

Com seu arsenal de conhecimento sobre essa expressão artística nacional, acumulado ao longo de 30 anos como estudiosa, colecionadora e galerista, Edna Ponte…

Juiz de direito, guitarrista. E criador de um festival internacional de música

Carlos Motta
A vida de músico não é fácil no Brasil. Da mesma forma, não é para os fracos a tarefa de promover a música num ambiente dominado por uma indústria que odeia a qualidade. Mesmo assim há pessoas que se dedicam simultaneamente à vida artística e à extenuante missão de levar cultura ao público. 

Haja fôlego, haja coragem, haja vontade.

A situação se complica ainda mais quando essa pessoa exerce uma profissão que exige uma atenção constante, quase como um sacerdócio. 

Esse é o caso o doutor José Fernando Seifarth de Freitas, juiz da Vara da Família em Piracicaba, importante cidade do interior paulista, que também é Fernando Seifarth, violonista dos mais respeitados entre o pessoal que toca o jazz manouche, ou cigano, gênero que nasceu da genialidade do belga Django Reinhardt, lá nos anos 30 do século passado e rapidamente se espalhou pelo mundo todo. 

O juiz de direito e o músico, provando que muitas vezes querer é poder, se fundiram há alguns anos para criar um dos mais interessan…