terça-feira, 1 de agosto de 2017

Bolsa Família faz sucesso no Brasil Novo


Ronnie Aldrin Silva 

Os dados recém divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento Social mostram que cerca de 143 mil famílias voltaram a fazer parte do Programa Bolsa Família (PBF) até o fim do mês de junho de 2017. Consequência da política econômica em curso, o aumento do desemprego e da pobreza são apontados como o principal motivador.

Esse número seria ainda bem maior se a fila de espera atual fosse atendida, pois há aproximadamente 525 mil famílias cadastradas e dentro do perfil do programa esperando que o governo autorize o recebimento do benefício. Somando esses dois públicos, o total de 668 mil famílias, em meio ano, já seria maior que os ingressantes de cada um dos últimos anos: 105 mil em 2014, 424 mil em 2015 e 520 mil em 2016.

A região Nordeste, pelos números apresentados, é a que mais sente o peso da crise, já que quatro de cada dez novos ingressantes no PBF são dessa região. A região Sudeste, a mais populosa do país, concentra um terço dos novos ingressantes, seguida da região Norte, com aproximadamente um em cada dez, e das regiões Sul e Centro-Oeste com número inferior a uma pessoa a cada dez. São Paulo, com 20.458 ingressantes, e Bahia, com 16.781, foram os Estados com mais novos beneficiários do PBF. (Fundação Perseu Abramo)

Um comentário:

  1. Com sua peculiar cara de pau, o Mesóclise não demora vai dizer que inventou o bolsa familia, e que seu governo está conseguindo erradicar a miséria deixada pelo Pt. E claro que a economia "continua nos trilhos" e rombo fiscal é um mero detalhe contábil. Enquanto isso minha pedra na visícula não para de chacoalhar com tanta mentira, atuais e futuras. Sai de baixo.

    ResponderExcluir