segunda-feira, 31 de julho de 2017

Governo brasileiro critica eleição na Venezuela: haja cinismo!


O governo brasileiro criticou a decisão do governo venezuelano de convocar a Assembleia Constituinte. “Diante da gravidade do momento histórico por que passa a Venezuela, o Brasil insta as autoridades venezuelanas a suspenderem a instalação da assembleia constituinte e a abrir um canal efetivo de entendimento e diálogo com a sociedade venezuelana, com vistas a pavimentar o caminho para uma transição política pacífica e a restaurar a ordem democrática, a independência dos Poderes e o respeito aos direitos humanos”, diz a nota.

De acordo com a Chancelaria brasileira, a “iniciativa do governo de Nicolás Maduro viola o direito ao sufrágio universal, desrespeita o princípio da soberania popular e confirma a ruptura da ordem constitucional na Venezuela”. Para o Itamaraty, o país já dispõe de uma Assembleia Nacional legitimamente eleita e uma nova assembleia formaria “uma ordem constitucional paralela, não reconhecida pela população, agravando ainda mais o impasse institucional que paralisa a Venezuela”.

Já os brasileiros lamentam que estejam sujeitos a um governo ilegítimo, vítima de um golpe de Estado, que vem destruindo todas as conquistas sociais tão arduamente conseguidas nas últimas décadas.

Antes de dar palpite sobre os outros, os golpistas brasileiros deveriam olhar o seu próprio rabo, imundo de tanta canalhice.

Que tal o governo brasileiro seguir o exemplo da Venezuela e convocar uma Assembleia Constituinte para fazer uma ampla reforma política?

E que tal antecipar as eleições presidenciais?

Ou devolver o governo para a presidenta eleita com mais de 54 milhões de votos?

Um comentário:

  1. Esses golpistas são mesmo artistas. Como sabem representar!!! Quem não conhece pensa que são democratas ferrenhos, legitimos representantes do Povo. Só se for do povo da papuda.

    ResponderExcluir