segunda-feira, 24 de abril de 2017

Mais más notícias econômicas


Tristes notícias de um país cuja atividade econômica derrete a cada dia:

@ A procura por crédito ao consumidor caiu 4% no primeiro trimestre na comparação com o mesmo período de 2016. A constatação é de pesquisa da Boa Vista SCPC, empresa de informações de crédito. Os dados nacionais mostram ainda que, na avaliação dos valores acumulados em 12 meses (abril de 2016 até março de 2017), houve queda de 9,3%. A avaliação em 12 meses mostrou que nas instituições financeiras houve queda de 13,7% na busca por crédito, enquanto para o segmento não financeiro a diminuição foi de 6,7%. De acordo com a empresa pesquisadora, os resultados da tendência do indicador ainda sinalizam uma demanda por crédito fragilizada.


A prévia de abril do Índice de Confiança da Indústria (ICI) ficou em 90,8 pontos, 0,1 ponto acima do resultado de março. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), os números mostram uma estabilidade do indicador, que é medido em uma escala de zero a 200 pontos. A prévia aponta para uma piora da avaliação dos empresários da indústria em relação ao momento atual. O Índice da Situação Atual caiu 0,3 ponto e chegou a 88,2 pontos. O Nível de Utilização da Capacidade Instalada da Indústria  também permaneceu estável na prévia de abril (74,4%),nível baixo em termos históricos. 

@ A Dívida Pública Federal, que inclui o endividamento interno e externo, aumentou em março. O saldo da dívida subiu 3,17% em termos nominais, ficando em R$ 3,234 trilhões. Os dados foram divulgados pelo Tesouro Nacional. A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi), em circulação no mercado nacional, teve o estoque ampliado em 3,08% e ficou em R$ 3,113 trilhões. O estoque da Dívida Pública Federal externa (DPFe) registrou aumento de 5,59% sobre o apurado em fevereiro, encerrando março em R$ 120,3 bilhões (US$ 37,97 bilhões).

Nenhum comentário:

Postar um comentário