quinta-feira, 20 de abril de 2017

Em um ano, Brasil Novo desempregou mais de 1 milhão de trabalhadores


Como diz a música dos Novos Baianos, lá vai o Brasil [Novo] descendo a ladeira...

A cada mês aumenta o número de desempregados.

Em março, mais 63.624 empregos formais (com carteira assinada) foram fechados, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. Em fevereiro, o governo ilegítimo havia comemorado a criação de 35.612 vagas formais.


Março apresentou variação negativa de 0,17% em relação ao estoque de fevereiro. Foram registradas 1.261.332 admissões contra 1.324.956 desligamentos. No acumulado do ano, a queda foi de 64.378 postos de trabalho, equivalente a -0,17%, em relação ao estoque de dezembro de 2016, e, nos últimos 12 meses, houve a redução de 1.090.429 postos de trabalho, correspondendo a uma retração de -2,77% no total de empregados com carteira assinada do país.
  
O comércio foi o setor que mais apresentou retração, com  o fechamento de 33.909 postos, seguido do setor de serviços (-17.086 postos), construção civil (-9.059 postos), indústria de transformação (-3.499 postos) e agricultura (-3.471 postos). Administração Pública apresentou desempenho positivo (+4.574 postos).

3 comentários:

  1. Pediram Fora Dilma? fodam-se!!!

    ResponderExcluir
  2. Escuta aqui Sr. Adir. Eu sou uma Senhora recatada e do lar. Favor não me xingar só porque não gosto da Dilma. Prefiro o TREMMERRRRR.

    ResponderExcluir
  3. Vai te catar. Ô recatada!

    ResponderExcluir