quarta-feira, 29 de março de 2017

Setor de serviços cai 2,2% em janeiro

O setor de serviços recuou 2,2% em volume em janeiro, em relação a dezembro de 2016,depois de ter registrado crescimento de 0,7% em dezembro e se mostrado estável (0,0%) em novembro. Na série sem ajuste sazonal, no confronto com igual mês do ano anterior, o setor apontou queda de 7,3%. 

Com esses resultados, a taxa acumulada no ano ficou em -7,3% e em 12 meses, -5,2%. Os números são do IBGE e mostram, cruamente, o estrago que o governo golpista vem fazendo na economia brasileira e contrariando os "analistas" que pintam um país cor-de-rosa.

Na série livre de influências sazonais, o segmento de serviços de informação e comunicação apresentou crescimento de 5,5%, enquanto que os demais segmentos registraram recuos, na seguinte ordem: serviços profissionais, administrativos e complementares (-14,5%), serviços prestados às famílias (-3,6%), outros serviços (-3,0%) e transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (-0,7%). O agregado especial das atividades turísticas apresentou recuo de 11,0%, na comparação com o mês imediatamente anterior.

Os resultados regionais do setor de serviços, em janeiro, mostraram as maiores variações positivas de volume, em relação a dezembro, no Mato Grosso (31,1%), Alagoas (13,8%) e Piauí (12,6%). As maiores variações negativas foram observadas em Roraima e Amapá (ambas com -13,1%), Sergipe (-12,8%) e Maranhão (-8,1%).

Nenhum comentário:

Postar um comentário