sexta-feira, 31 de março de 2017

O barbeiro e a Fundação Getulio Vargas


Segundo a Fundação Getulio Vargas, o Índice de Confiança do Comércio (ICC) subiu 3,1 pontos entre fevereiro e março, ao passar de 82,5 para 85,6 pontos, em uma escala de zero a 200. Para a entidade, a confiança do empresário do comércio sai dos níveis “atipicamente baixos” do biênio 2015/2016 e entra em uma faixa considerada “moderadamente baixa”.

A alta do indicador foi provocada por melhoras nas avaliações dos empresários em relação ao futuro, já que o Índice de Expectativas avançou 4,1 pontos, atingindo 95,6 pontos. O quesito que mais avançou foi o otimismo com as vendas nos três meses seguintes, que subiu 5,7 pontos em relação ao mês anterior.

Já para o meu barbeiro, que sabe tudo sobre a vida de Serra Negra, os comerciantes da cidade rezam para que os turistas não os decepcionem e venham visitar a estância hidromineral nos feriados de abril.

- O movimento está muito ruim. Essa loja aí na frente [especializada em tintas] ficava o dia todo com um entra e sai de gente. Agora, olha só, não tem ninguém. Os hotéis e restaurantes, tudo vazio...

Duas versões sobre o mesmo tema.

Mas entre a FGV e o meu barbeiro, fico com ele. (Carlos Motta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário