quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Palmas para o careca que ele merece!


O truculento careca atinge o ponto máximo de sua vida profissional: ministro do Supremo Tribunal Federal, glória reservada a poucos.

Muitos se indignam, se envergonham, se desiludem com isso.

De minha parte, nada tenho a dizer sobre tal feito.

Apenas que o careca fez por merecer a nomeação, ele que tão bem representa a inteligência, a ética, a dignidade, a força de caráter, a integridade - todas as virtudes do brasileiro.

Estranho seria que aquele bando de jagunços eleitos pelo povo para representá-lo no Senado, rejeitasse a sua indicação.

Afinal, são farinha do mesmo saco, compartilham as mesmas ideias sobre democracia, família, segurança pública, justiça.

São, vamos resumir, parceiros, companheiros, manos.

Deixemos a hipocrisia de lado apenas por alguns instantes.

Sinceramente, será que alguém com o juízo regular, imaginou destino diverso para o careca neste país controlado por uma oligarquia escravocrata, uma mídia venal e um governo cleptocrata?

Não, o Brasil não é uma Suécia, sequer um imenso Portugal.

O Brasil é o Brasil, e será ainda por muitos séculos o Brasil, o país do carnaval, do futebol, das mulatas, das praias, da violência extrema, da corrupção desenfreada, da ignorância, do salve-se quem puder.

O careca, neste momento, é o herói, o modelo de homem, que quase todo o brasileiro sonha ser. (Carlos Motta)

Um comentário:

  1. Vamos reconhecer que foi muito, muito difícil passar pela passabatina, não, digo, sabatabatinga, não, sabaratina, puxa só o nome do troço já é difícil de dizer. O cabra tem que ser muito culto, pra conseguir aprovação! O que falta em cabelo, sobra em ereção, não, digo, ejaculação, não, digo verrugação, porra, deixa pra lá!

    ResponderExcluir