quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

O brasileiro, esse endividado


Uma pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) revela que quase metade (46%) dos brasileiros atrasaram ou deixaram de pagar pelo menos uma conta em 2016.

O resultado da pesquisa, em grande parte, vai na conta do governo golpista, que aprofundou a recessão e desempregou milhões de brasileiros.



As contas mais comprometidas em 2016 foram cartão de crédito (19%), conta de luz (17%) e internet (13%, com aumento de 4,0 pontos percentuais em relação a 2015).


Considerando as pessoas que deixaram de pagar ou atrasaram o pagamento de contas nos últimos 12 meses, 65% tiveram ou estão com o nome incluído em algum serviço de proteção ao crédito, sobretudo entre as classes C, D e E (69%). Quando se trata dos entrevistados negativados nos últimos 12 meses, somente 15% conseguiram regularizar a situação e 50% ainda estão negativados. 


Segundo o último relatório de inadimplência divulgado pelo SPC Brasil e CNDL, ao final de 2016, 58,3 milhões (39%) da população brasileira adulta se encontrava registrada em listas de inadimplência. 

Um comentário: