quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

A recessão aumenta, aumenta...


A atividade econômica apresentou o quarto mês seguido de retração: o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) registrou queda de 0,48%, em outubro, comparado com setembro. Os dados mostram retração também em setembro (0,08%), agosto (0,81%) e julho (0,05%).

Na comparação entre outubro deste ano e outubro de 2015, houve queda de 5,28%, de acordo com os dados sem ajustes já que a comparação é entre períodos iguais.


No ano, o IBC-Br acusa queda de 4,82% e, em 12 meses encerrados em outubro, retração de 5,09%, nos dados sem ajuste.

O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira, numa prévia do PIB (Produto Interno Bruto, soma das riquezas do país, apurado pelo IBGE) e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic.

O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos. 

Uma salva de palmas para o governo golpista - o Brasil se aproxima cada vez mais velozmente para o fundo do fundo do poço.

Um comentário:

  1. Hip hip! Urra! Olha o hipopotamo! Salve o Uirapuru de Rabo Verde e Amarelo. Socorro!

    ResponderExcluir