segunda-feira, 14 de novembro de 2016

O ministro da Saúde sabe o que o SUS faz?

O inominável ministro da Saúde, pelas suas inacreditáveis declarações públicas, tem como objetivo, como de resto seus outros colegas de governo (?), entregar o que for possível para as mãos "invisíveis" do mercado.

Arrebentar o já frágil SUS parece ser a cereja no bolo de sua (indi) gestão.

O SUS, muitos não sabem e não fazem a mínima questão de saber, é o maior programa de saúde pública do mundo.

Para pessoas como o ministro da saúde, isso é intolerável: pobres sendo atendidos tal qual ricos, ora, que ignomínia.

Seria recomendável que ele desse uma espiada no site de seu ministério para ver o quanto o SUS é imprescindível para a população brasileira.

A relação de alguns dos programas desenvolvidos e mantidos pelo SUS vai abaixo, tirada de uma página do site.


Provab

O programa leva mais médicos para mais perto da população. Amplia a assistência principalmente aos usuários do SUS que ainda têm dificuldades para acessar serviços e profissionais de saúde. Com isso, as desigualdades regionais relacionadas à presença e permanência de profissionais de saúde são reduzidas.

Academia da Saúde

Lançado em abril de 2011, o Programa Academia da Saúde estimula a criação de espaços públicos adequados para a prática de atividade física e de lazer. O objetivo é contribuir para a promoção da saúde da população.

Saúde da Família

O objetivo do Saúde da Família é atuar na manutenção da saúde e na prevenção de doenças, alterando, assim, o modelo de saúde centrado em hospitais. Criado em 1993, o programa já atende 103 milhões de pessoas.

Mais Médicos

O Programa Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhorias no atendimento aos usuários do SUS. Com a convocação de profissionais para atuar na Atenção Básica de municípios com maior vulnerabilidade social e DSEIs, o Governo Federal garante mais saúde para o brasileiro.

Melhor em Casa

Lançado em 8 de novembro de 2011, o programa amplia o atendimento domiciliar aos brasileiros no Sistema Único de Saúde (SUS). O princípio é oferecer, aos pacientes da rede pública de saúde, um serviço humanizado e acolhedor.

Farmácia Popular

Programa criado pelo ministério para ampliar o acesso da população a medicamentos essenciais, vendidos a preços mais baixos que os praticados no mercado. São medicamentos contra diabetes e hipertensão, entre outros.

Cartão Nacional de Saúde

O Cartão Nacional de Saúde é um instrumento que possibilita a vinculação dos procedimentos executados no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS) ao usuário, ao profissional que os realizou e também à unidade de saúde onde foram realizados.

Pronto Atendimento

As UPA 24h são estruturas de complexidade intermediária, entre as Unidades Básicas de Saúde e as portas de urgência hospitalares, e, em conjunto com estas, compõem uma rede organizada de Atenção às Urgências.

HumanizaSUS

A Política Nacional de Humanização aposta em estratégias construídas por gestores, trabalhadores e usuários do SUS para qualificar a atenção e gestão em saúde.

PNAN

A Política Nacional de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde tem o propósito de garantir a qualidade dos alimentos disponíveis para consumo no país, bem como de promover práticas alimentares saudáveis e prevenir e controlar distúrbios nutricionais.

Doação de Órgãos

Conscientizar a população sobre a importância da doação de órgãos é uma das ações do Ministério da Saúde. Participe desta mobilização e ajude pessoas que aguardam uma nobre atitude de doação para sobreviver.

SAMU

Prestar socorro à população em casos de urgência é a finalidade do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência e Emergência, do Ministério da Saúde. O socorro é feito após chamada para o telefone 192. A ligação é gratuita.

Controle do Câncer

Os sites do Controle do Câncer de Mama (www.inca.gov.br/mama) e do Controle do Câncer do Colo do Útero (www.inca.gov.br/utero) oferecem aos interessados no tema, especialmente gestores e profissionais de saúde, subsídios para compreender, planejar e avaliar as ações de controle desses cânceres, no contexto da atenção integral à saúde da mulher.

QualiSUS-Rede

O Projeto QualiSUS-Rede foi instituído como estratégia de apoio à organização de redes de atenção à saúde. O objetivo é contribuir, no âmbito do SUS, para a qualificação da atenção, gestão em saúde e gestão e desenvolvimento de tecnologias, por meio da organização de redes regionais e temáticas de atenção à saúde e da qualificação do cuidado em saúde.

Controle do Tabagismo

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) é o órgão do Ministério da Saúde responsável por coordenar e executar o Programa de Controle do Tabagismo no Brasil. O objetivo é prevenir doenças e reduzir a incidência do câncer e de outras doenças relacionadas ao tabaco, por meio de ações que estimulem a adoção de comportamentos e estilos de vida saudáveis.

Bancos de Leite Humano

A Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, criada em 1998, pelo Ministério da Saúde e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), tem o objetivo de promover a expansão quantitativa e qualitativa dos bancos de Leite Humano no Brasil, mediante integração e construção de parcerias entre órgãos federais, iniciativa privada e sociedade.

2 comentários:

  1. É o procedimento preferido dos fascistas. Destruir tudo que funciona na maquina publica, e transformar em cabide de emprêgo. É o orgasmo dos incompetentes.

    ResponderExcluir
  2. Muto bom! Muita gente deveria ler, aqueles que não sabem que nosso SUS, já recebeu elogios de varias partes do Mundo, como dise o medico brasileiro Roberto Kalil, o sistema é otimo, mas falta $$$$$, que sabemos para onde vai.

    ResponderExcluir