terça-feira, 22 de novembro de 2016

Consumidor foge do crédito

O indicador nacional de demanda por crédito do consumidor da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) apontou, em outubro, queda de 8,1% na variação acumulada em 12 meses (novembro de 2015 até outubro de 2016 frente aos 12 meses antecedentes). Já na avaliação diante do mesmo mês do ano anterior, o indicador caiu 13,3%, enquanto na variação em relação a setembro de 2016 houve retração de 1,5%, descontados os efeitos sazonais.

Considerando os segmentos que compõem o indicador, a avaliação mensal dessazonalizada mostrou que nas instituições financeiras houve queda de 0,3%, enquanto para o segmento não-financeiro a diminuição foi de 2,3%.

Segundo o release da Boa Vista SCPC, "o cenário econômico predominante ainda é de muita incerteza para o consumidor". Na análise da empresa, "fatores como altas taxas de juros, rendimentos reais negativos e desemprego elevado são apenas algumas das variáveis condicionantes deste resultado, que gera como consequência um consumidor bastante cauteloso". E, dessa forma, "a expectativa é de que a demanda por crédito continue em território negativo por ora, aferindo níveis positivos na tendência (variação acumulada em 12 meses) somente a partir do segundo semestre de 2017". 

Um comentário:

  1. Só falta o governo colocar na televisão o Pitbitoca com a sua famosa frase:"não está gostando? MORRA!"

    ResponderExcluir