terça-feira, 18 de outubro de 2016

Os pobres, de volta à rodoviária


O Brasil Novo está colocando as coisas nos seus devidos lugares.

Lugar de povinho, por exemplo, é na rodoviária, nunca no aeroporto.

A Gol, maior empresa aérea do país, que o diga.

Ela acabou de divulgar os números de tráfego de setembro e no acumulado do ano. As comparaçõres são com o mesmo período de 2015.

Uma beleza!


O volume de decolagens no sistema total se reduziu 18,9% e o total de assentos disponibilizados ao mercado recuou 18,3% no mês de setembro. 

No acumulado de 2016, o volume de decolagens e o total de assentos foram reduzidos em 16,4% e 16,2%, respectivamente.

A oferta no mercado doméstico reduziu 0,5% em setembro comparado ao mesmo período de 2015. 

No acumulado do ano até setembro, a capacidade reduziu 5,7% frente ao 3º trimestre de 2015.

A demanda doméstica aumentou 1,8% no mês, levando a taxa de ocupação para 78,3% ou 1,8 p.p. superior quando comparada ao mesmo período de 2015. Até o mês de setembro, a demanda doméstica recuou 6,6%, com uma taxa de ocupação de 77,9%.

A oferta e a demanda da Gol no mercado internacional em setembro de 2016 reduziram 22,7% e 21,8%, respectivamente, levando a taxa de ocupação para 74,3%. 

No acumulado do ano, a oferta apresentou queda de 17,6%, enquanto a demanda recuou 14,9% o que resultou em uma taxa de ocupação 2,4 p.p superior e registrando 74,3%.

Um comentário:

  1. Craro. Na ponte para o futuro, só passa onibus. Avião não passa. Você também, né Motta.

    ResponderExcluir