segunda-feira, 25 de julho de 2016

O Brasil é isso aí...

Em 62 anos de vida passei 21 deles sob uma ditadura militar. 

Descontados os anos pré-golpe de 1964, em que tinha pouca consciência da vida em sociedade, sobraram 31 anos nos quais vivi num país cuja marca principal é uma vergonhosa desigualdade entre as pessoas - a grande maioria apenas sobrevive, uma ínfima minoria se refestela em chocante riqueza.

E nesses 31 anos foi apenas no período 2003 a 2015, 12 anos apenas, que vi governantes preocupados em resgatar os brasileiros da miséria, em adotar políticas sociais e econômicas para a inclusão e não a exclusão de seres humanos na sociedade.

Essa experiência pessoal de mais de meio século de vida, mais a informação que vem dos livros de história, é suficiente para concluir que este Brasil de hoje, nas mãos de um grupo de cleptocratas, não é uma exceção, mas sim a regra.

Infelizmente para meus sonhos juvenis, o Brasil é isso que está aí no noticiário: um país onde todos os defeitos do homem se sobrepõem às suas virtudes e onde a ética se amesquinha a interesses meramente pecuniários.

Não passamos, para a profunda tristeza e desalento de uns poucos, de uma nação governada por anões morais e habitada por uma massa de homúnculos. (Carlos Motta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário