quinta-feira, 30 de junho de 2016

Uma série policial entre a vida e a morte


Uma dica para quem assina o Netflix: a minissérie inglesa River, criada e escrita por Abi Morgan, também autora de outra excelente série, The Hour, com o sueco Stellan Skarsgard no papel principal, do inspetor John River.

O personagem River é um policial completamente fora dos padrões habituais do cinema. Não tem amigos, vive sozinho, interage pouco com os colegas, trabalha muito, resolve 80% dos casos.

E, para torná-lo ainda mais estranho, ele sofre de sérios problemas mentais: tem alucinações, ou, se quiserem os esotéricos e místicos, vive na companhia de espíritos.

A investigação policial é só um pretexto para a série abordar temas complexos da atualidade, como a vida dos imigrantes em Londres, ou sempiternos, como a solidão.

Há tensão, drama, mistério e humor em doses certas, além de uma trilha sonora primorosa.

E um roteiro espetacular - assim como o trabalho de todos os atores - como são bons esses britânicos! - e em especial o de Sgarsgard, um ator de mil caras, de expressões faciais que dispensam as palavras.

Outra boa série policial britânica é Broadchurch, mais convencional, mas assim como River, cinema em alto nível. (Carlos Motta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário