segunda-feira, 30 de maio de 2016

Um ministério indescritível; um desgoverno incomparável

Nunca antes na história deste país ministros de Estado entraram e saíram tão rapidamente de seus gabinetes.

Nunca antes, também, governo algum reuniu um Ministério tão ruim, formado por pessoas tão absolutamente desprovidas de qualquer competência para os cargos a que foram nomeados.

É preciso lembrar, porém, que tais nulidades foram escolhidas por alguém de personalidade, intelecto e moral igual ou pior que os delas, o dr. Mesóclise, ex-vice-presidente decorativo, atual presidente interino.

O desgoverno golpista não completou um mês.

Nesse pequeno espaço de tempo, reconheça-se, conseguiu a façanha de unir o país contra si, escancarar a verdadeira face da corrupção, expor as vísceras podres do poder, e criar nos brasileiros o sentimento de que as nossas instituições são apenas fachada dos interesses dos poderosos.

Não é pouca coisa.  (Carlos Motta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário