segunda-feira, 23 de maio de 2016

Lava Jato, ou como chantagear políticos corruptos

As inconfidências de Jucá, se por um lado detonam seus colegas parlamentares e os excelentíssimos ministros do Supremo Tribunal Federal, por outro resguardam e até reforçam a atuação dos lava-jatos.

Dessa forma, e sabendo como agem os cruzados curitibanos anticorrupção, que vêem o câncer se espalhar apenas a partir de um lado do espectro ideológico nacional, fica fácil deduzir-se que a Lava Jato serviu para chantagear os congressistas para que embarcassem com tudo na aventura do impeachment presidencial, sob o argumento de que, se Dilma não fosse apeada do cargo, todo mundo iria para a cadeia.

Os de boa-fé podem argumentar que se tal ocorreu foi à revelia dos justiceiros curitibanos.

Já outros, escolados na convivência com a maldade humana, acreditam que o processo para roubar a democracia dos brasileiros é um só, que interliga seus diferentes atores sob um comando unificado, que age às escondidas, nos bastidores, nas sombras.  (Carlos Motta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário