domingo, 8 de maio de 2016

Crise, qual crise?

Constatações do dia das mães que antecede o Brasil Novo:

1) Na véspera, sábado, em Jundiaí, trânsito infernal nas ruas centrais, multidão fazendo compras e supermercados cheios;

2) Hoje, domingo, em Serra Negra, turistas e mais turistas lotando bares, restaurantes e lojas.

Ou seja, fora o golpe criminoso para defenestrar a presidenta Dilma Rousseff do Palácio do Planalto, está tudo como dantes no quartel de Abrantes. 

A crise é 90% política e 10% econômica.

E 70% da população não está nem aí para nenhuma delas.  (Carlos Motta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário