quarta-feira, 11 de maio de 2016

Almoço indigesto, governo nauseabundo

Outro dia fomos almoçar num dos inúmeros restaurantes estilo "self service" que existem em Serra Negra, não os de comida por quilo, mas os que oferecem um bufê completo com preço fechado.

Era feriado, ele estava cheio, a comida acabava e a reposição demorava um século.

A bebida que pedi chegou quando já tinha terminado de comer, mal e porcamente.

Um dos garçons passou e perguntou se estava tudo ok. 

Respondi que não.

Ele fez de conta que não ouviu e se mandou.

Na hora de pagar a conta, a mesma pergunta foi feita pela caixa.

- Faltou comida, a bebida demorou meia hora para chegar e já tínhamos terminado de comer, respondi.

-É, vários fregueses reclamaram disso, não sei o que houve com a cozinha hoje - tive de ouvir dela, que nem desculpas pediu.

Não sei por que, mas lembrei desse almoço justamente agora que vamos ser obrigados a engolir um governo que vai nos causar ânsias de vômito permanentes.  (Carlos Motta)

Nenhum comentário:

Postar um comentário